Minha segunda mãe se foi

Eu e a Tia Lourdes no aniversário de um ano da Marina
Eu e a Tia Lourdes no aniversário de um ano da Marina

Estou longe, muito longe. Semana passada, mandei um vídeo pra ela mostrando um pedacinho de Berkeley e pedindo pra ela, uma das pessoas mais rabugentas e teimosas que eu já conheci, que obedecesse os médicos e deixasse minha mãe cuidar dela.

Pois é. Sua rabugice era famosa. Mas nunca comigo. Nunca. Comigo era um amor imenso, uma doçura sem tamanho. Pra mim ela fazia comidas especiais, preparava um cafezinho. Ela beijava na bochecha, na testa, no rosto e arrematava com um selinho fofo.

Mamãe mostrou o vídeo pra ela e disse que ela ficava me mandando beijos pela tela do iPhone e dizendo que eu eatava lindo.

Olho de mãe é assim. Eu sempre fui lindo pra ela. Ela sempre foi linda pra mim. Beijo, tia.

Conte para os amigos!

Nenhum Comentário