Adote uma… linha de código

miro_babyline

Estou aqui virando a noite fazendo a apresentação de um business plan e chegam vários e-mails do Brasil o tempo todo. É que, com o fuso horário de quatro horas, o pessoal tá dando aquela navegada final antes de deitar e, pra mim, são quatro da matina. Dureza, fio.

Mas vai daí que chegam duas mensagens. Numa, me oferecem labradores pra adoção. Lindos, fofinhos. Eu olho, penso em como faria para dar conta do Darwin, do Sagan e deles e já desisto. É loucura, penso. Passo pro e-mail seguinte e é um outro pedido de adoção. Só que mais incomum.

Os criadores do Miró, uma espécie de itunes com bit torrent open source e gratuito, estão precisando de dinheiro para seguir com o desenvolvimento do programa e tiveram uma idéia tão maluca que pode até dar certo: você adota uma linha de código do programa (são mais de 46 mil) e vira um patrocinador do desenvolvimento. São US$ 4 por mês por tempo indeterminado. O cara propõe que você pague de coração pelo desenvolvimento da ferramenta.

Muito legal, muito engraçado. Mas vamos à frieza dos números. US$ 4 por mês dá US$ 48 por ano. Não é pouco. Uma assinatura pro do Flickr custa US$ 14 por ano. Sinceramente, eu acho que a idéia foi boa, o preço é que é maluco. Mas vamos ver se cola…

Conte para os amigos!

Nenhum Comentário