Jobs, Fidel e cia

Empresas privadas são… privadas. Por conta disso, não são, necessariamente democráticas, elas são como seus acionistas querem que elas sejam. Não é por acaso que a sucessão de um timoneiro importantíssimo está com cheiro de União Soviética, de sucessão cubana, em que o líder se retira meio que numa cortina de fumaça. Agora há pouco, Steve Jobs avisou os funcionários da Apple que estava saindo em licença médica até junho e que seu estado de saúde é mais grave do que ele pensava. Pois é. O gato subiu no telhado.

O fato é que eu sou um fã de carteirinha de Steve Jobs. O acho brilhante, genial e admiro sua capacidade de efetivamente mudar a forma como EU e VOCÊ vivemos. Não é nem porque eu estou escrevendo esse texto num Macbook. É porque não há computador do mundo que não tenha sido influenciado pelas inovações comandadas por Jobs 30 anos atrás.

E eu queria muito que, o que quer que ele tenha, não fosse grave e que ainda tivéssemos mais alguns anos do timoneiro por aqui. Vamos torcer.

Clique para ver a carta de Jobs a seus comandados.

Team,

I am sure all of you saw my letter last week sharing something very personal with the Apple community. Unfortunately, the curiosity over my personal health continues to be a distraction not only for me and my family, but everyone else at Apple as well. In addition, during the past week I have learned that my health-related issues are more complex than I originally thought.

In order to take myself out of the limelight and focus on my health, and to allow everyone at Apple to focus on delivering extraordinary products, I have decided to take a medical leave of absence until the end of June.

I have asked Tim Cook to be responsible for Apple’s day to day operations, and I know he and the rest of the executive management team will do a great job. As CEO, I plan to remain involved in major strategic decisions while I am out. Our board of directors fully supports this plan.

I look forward to seeing all of you this summer.

Steve

Conte para os amigos!

Nenhum Comentário