Provavelmente, Deus não existe.

Ateus ingleses resolveram lançar uma campanha nos ônibus por um mês para contrabalançar as toneladas de anúncios de entidades religiosas nas ruas. Alguns avisam que, sem ajuda, a pessoa vai queimar no inferno. Oh, bloddy hell!

A mensagem é: Provavelmente, Deus não existe. Então pare de se preocupar com isso e aproveite a vida.

A campanha, que teve início com uma convocação da jornalista e comediante Ariane Sherine, chegou a ganhar apoio de Richard Dawkins. Ele prometeu que, se o grupo arrecadasse 5500 libras, ele colocaria essa soma nos cofres da organização.

E prepare-se, porque Bill Maher, um dos mais interessantes comediantes da TV americana, resolveu juntar-se a Larry Charles (o diretor de Borat) para lançar o filme Religulous. Eu tentei ver aqui em Londres e a seção lotou. Mas consegui participar de um painel em que ele comentava seu trabalho no filme. Passou aí na mostra?

Conte para os amigos!