Por favor, me ajudem!!

A casa caiu. Você deve ter lido por aí. A economia americana sofre uma crise que pode, se não for controlada, ter efeitos capazes de fazer a quebra de 1929 parecer uma festa de debutantes.

Como eu já disse, essa é a era da antecipação, em que nos contam tudo antes do grande acontecimento: fulano está indo, abre a porta, entra no elevador, sai, abre o carro, liga… … chega, entra e diz… tchaãaaa! Oi. Só. Mais nada. Então fica difícil saber onde começa a verdade e onde termina o hype. Algumas pessoas dizem que não é a antecipação vazia. É sim, um tempo em que, como já vimos muitas coisas acontecerem antes, estamos sempre meio que na espera de que algo se repita com algum twist. Na maioria das vezes, tudo fica no mesmo.

Mas me desviei do assunto. O fato é que o presidente George W. Bush foi à TV pedir socorro. Fez um auê que dá bem o tom do desespero: falou que a coisa está muito preta e convocou os dois candidatos à presidência para uma reunião de emergência. As bolsas oscilam e o dolar sobre justo quando eu estou precisando comprar moeda estrangeira! Que lei de Murphy, hein!

Mas o fato é o seguinte. Esse é o mesmo cara que transformou o 11 de Setembro numa desculpa para invadir o Iraque. Ele olhou nos olhos do povo americano (via TV, claro) e disse que o Iraque tinha armas terríveis e estava disposto a usá-las. Era tudo mentira, como se comprovou depois. Você confiaria nele? Compraria um carrinho de brinquedo usado dele? Bush não é Truman nem Roosevelt. Mas um colapso da economia americana é ruim pra todo mundo. Espero que o homem se inspire neles e ache um caminho pra consertar essa burrada…

Conte para os amigos!