O fim. Sim, por favor

Quando o Brasil de Dunga ganhou a Copa América, um amigo jornalista especializado e apaixonado por esportes só conseguiu dizer uma coisa: “Essa vitória vai atrasar a gente anos na preparação para a próxima copa do mundo!”.

Meu amigo se referia ao retrocesso que Dunga significava. Com Parreira, o Brasil ao menos tinha um toque de bola primoroso. Burocrático, chato, mas perfeito. Com Dunga, nada se destaca. É tudo sem graça, sem objetividade, sem nada. Azar o nosso.

Sorte da Argentina, né? O jogo de hoje foi de chorar. Duro de assistir total. O time do Dunga simplesmente não chuta a gol. Pra piorar, quando fomos dominados, começamos a distribuir pancadas. Logo nós que sempre reclamamos dessa tosquice dos argentinos. Tenha dó.

Espero que esse seja o símbolo do fim da era Dunga.

Conte para os amigos!

Nenhum Comentário