Acabou, mas volta

Caminhos do Coração chega ao fim. É uma novela mal escrita, mal dirigida, com atuações horrorosas, efeitos pedestres, trama inexistente. Ainda assim, é um enorme sucesso. Desde que eu falei da novela da Record, no ano passado, é ó tópico mais visitado do meu humilde blog. Recebo todos os dias manifestações de ódio (a mim ou à novela, depende).

Eu sempre defendo a cultura pop e a inteligência do espectador. Mas neste caso, fiquei pregando sozinho. Para gostar de algo como Caminhos do Coração, é preciso exigir muito pouco, ter um padrão de qualidade muito baixo. A julgar pelo dialeto falado pelas pessoas que comentam no post original, estamos falando de gente semi-analfabeta, incapaz de articular as idéias mais elementares. Esse é o Brasil que assiste novelas em geral e Caminhos, em particular.

Muito preocupante.

Não precisa ser muito esperto pra notar que estamos falando de uma salada de cópias de tudo que se pode imaginar em termos de pulp: vampiros, mutantes, lobisomens surgem de todos os lados, sem motivo ou lógica. Não há nenhuma preocupação com uma linha narrativa. Tudo é pensado para chamar o espectador de imbecil e ele aceita. E eu nem vou perder mais tempo elaborando minhas impressões sobre esse desastre da dramaturgia. Vou ficar só nos adjetivos mesmo.

Até Caminhos do Coração 2, ou seja lá o nome maluco que eles deram para esse lixo.

Conte para os amigos!