Eu não tenho um ipod…

archos_velho.jpg

O modelo do meu Archos é velhiiiiinho, mas funciona bem. Os novos têm mais espaço e até Wi-Fi…

Nem planejo ter.

Um amigo me disse no outro dia que eu sou um velho, um dinossauro e coisas do tipo. Mas o fato é que eu sou meio imune a certos hypes. Minha verdadeira paixão eu vi numa Wired uns quatro anos atrás. O nome é Archos, uma marca francesa. Os ipods ainda não eram a mania que se tornariam depois. Mas não tocavam vídeo e eu sou uma pessoa totalmente viciada em audiovisual.

Desde o início, o que me fascinou no Archos foi sua capacidade de tocar videos e tocá-los bem. Os meu aparelho, comprado com toda paixão em 2004, é o AV 420, com 20 gigabytes. Hoje, é um modelo totalmente ultrapassado, mas ainda funciona que é uma beleza.

Meu Archos grava vídeos da TV, armazena fotos e até descarrega o cartão compact flash da minha Canon Rebel digital. É uma pequena maravilha que me acompanha em viagens longas, no trânsito de SP e em muitos outros lugares. A única coisa que chega perto de desbancar o Archos atualmente é o PSP. O que falta à maquininha da Sony é um HD… Porque, sinceramente, é fantástico. Toca música, jogos, entra na internet, tira fotos… Não tem limites. Quero dizer… Tem o limite da memória. Sem memory card, não é nada.

Quando eu faço toda essa enrolação é porque quero incluir na discussão o hype em cima do iPhone. É uma maquininha fantástica, certamente. Mas não é tudo isso. A Wired mostra que um Nokia E95 pode ser até melhor…

Conte para os amigos!