Deu em todos os lugares: A IBM, direta ou indiretamente, colaborou com o nazismo

Essa entra para a lista dos fatos que estavam debaixo do nariz de todo mundo e todos ignoravam. Claro que eu e você não sabíamos, até porque nunca nos interessamos em saber, que a IBM tinha uma subsidiária na Alemanha nazista.

Ainda pior, as máquinas de calcular, aqueles computadores eletromecânicos que a empresa produzia, foram usados para organizar o extermínio de milhões de pessoas.

Certamente um absurdo. Uma daquelas distorções mais escrotas, mais degradantes do capitalismo é essa mania de que, desde que você pague, vale tudo. Para a multinacional norte-americana, o dinheiro do nazismo era tão bom quanto o de qualquer outro regime, totalitário ou não. Lá foi a IBM ganhar alguns milhões (de dólares) e ajudar a matar mais alguns milhões (de pessoas). Uma vergonha.

Mas cabem algumas observaçõees por conta dessa gritaria histórica que vem por aí.

Tem um monte de empresas grandes atuando junto a governos totalitários e assassinos em todo o mundo neste momento. Antes de embarcar na falácia e na propaganda, porque ninguém se preocupa com isso? Daqui a quantos anos vamos ver uma reportagem semelhante comentando que a empresa X investiu, sei lá, em Timor Leste?

Sei que você pode dizer que o que importa, nesse caso, é o que foi feito com eles. Mas não é simples assim. Por que os questionamentos têm que ser pautados pelo que sai no Fantástico? Será que a causa disso é a gritaria que os judeus fazem, legitimamente, diga-se de passagem, que cria essa celeuma somente sobre o que acontece com eles? Eu acho que, em parte, sim.

Que a denúncia é grave, que é um pesadelo de relaçõees públicas tudo bem. Mas eu não aguento mais ver essa propaganda descarada para reparar o que foi feito aos judeus e somente a eles. Há um monte de gente sendo morta e explorada em tantos lugares, inclusive aqui, e ninguém se choca, ninguém se preocupa.

Até mesmo na própria Segunda Guerra, não foram só os judeus que foram mortos. O trabalho de imagem foi tão bem feito que parece que a guerra se resumiu a isso: matar judeus. Vá aos livros de história e descubra que não foi bem assim.

Não podemos fingir que não aconteceu. Que não foi bárbaro. Que não foi uma estupidez. Mas achar que os caras que estão trucidando gente no Oriente Médio há mais de 50 anos são sempre os mocinhos é inocência demais.

Se a IBM realmente colaborou com o holocausto que seja punida. Legalmente ou pelos seus clientes, que não vão comprar mais máquinas de uma empresa que ajudou a matar milhões. Lembre-se que para muitos judeus, essas pessoas que morreram eram seus avós, pais e irmãos. Que pague uma indenização bilionária (preço pequeno diante da estupidez). Mas essa histeria é de amargar.

E, que fique claro, essa página não é anti-sionista nem por um segundo.

Conte para os amigos!

Nenhum Comentário